Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Há luz da pena

Há luz da pena

Ida abençoada

Numa sexta-feira, resolvi “dar-me” uma prenda que foi, sair mais cedo do meu emprego. Já há vários dias eu tinha de ir a uma repartição e escolhi por ser sexta (quem não gosta de começar o FDS mais cedo havendo horas de crédito)? Sou eu! Entrei, e vi que aquela ida rápida se transformaria numa velada quase. Dirigi-me à caixa pois talvez aquele assunto bastante ser ali. Não, não dava mas esclareceu-me que havia uma conta mais económica. Retornei a ir para a fila mas depressa sentei-me numa cadeira. Estava ali um outro Sr.º que aparentava passividade e muita austo-estima. O meu marido foi lá para fara passear o vício. A fila reduziu-se a zero, sendo eu a primeira na fila agora em pé. Olhei para a porta e vinha o meu marido. Quando um gabinete vagou eu, “toda lampeira”, pensando que era a minha vez quando a Sr.ª me disse que era um Sr.º, olhei e vi que era o pávido. Deu-me a vez, não sei se foi por me ver a andar… Procurei ser rápida porque para além, da pessoa me ter dado a vez e estava à espera também, eu, tinha uma enorme traça no estômago que queria matar. A empregada á laia de “xica esperta” ainda disse que aquela repartição não era a minha, disse-lhe que eu tinha vindo do meu emprego e passava por lá para ir para casa. No final agradeci ao Sr.º pela gentileza de me ter dado a vez. É para verem a lástima de empregados que existe em Portugal. Ninguém está imune de uma “fatalidade” e ninguém tem o direito de passar sermão a qualquer pessoa. Enquanto, que eu escrevo isto, passou-me pela cabeça que há, que tempos que não me telefonam, não sei se é treta ou o que é, para avaliar o grau das repartições públicas. A empregada merece que eu avalie mal, sim. E mais a mais hei de mencionar como é da parte dos deficientes. Não, até não sou abusiva daquilo que tenho. O meu marido é que me puxa e diz que direito é direito. Independentemente disso, ainda bem que eu fui, fiquei a ganhar. A fulana é que com certeza que não gostou que eu o fizesse essa nova conta. Porque será? Hehehehe! Calculo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub